Amsterdã

Amsterdã

Olá ViajAndos®. Olá pessoal que adora uma viagem. Vamos contar aqui um pouco como foi nossa aventura por Amsterdã … que não começou muito bem. 😳

E, se você pretende ficar uns 10 ou 15 dias na Europa e já conhece os principais centros turísticos, ou não, 😉 uma boa 💡 dica é ficar entre Bélgica (Bruxelas, Antuérpia e Bruges) e Países Baixos/Holanda (Roterdã, Haia e Amsterdã). Então, aproveite e venha descobrir o que fazer nestas deslumbrantes cidades.

Para acompanhar este roteiro de 30 dias pela Europa desde o início, clique em Antuérpia, a capital dos diamantes, onde tudo começou. De lá Roterdã e agora Amsterdã. Depois Helsinque, Tallinn, Estocolmo, Copenhague, Oslo, Reykjavík, Londres e Bruxelas. Ufa!!!!!!

Pegamos um trem em Roterdã, uma cidade também muito bonita e animada, e em 40 minutos estávamos desembarcando em Amsterdam Centraal Station, conforme nosso planejamento.

Porém, logo que entramos no trem, recebemos uma mensagem de nosso anfitrião de Amsterdã, dizendo que não poderia nos receber no apartamento que alugamos. 😯 Detalhe: efetuamos o pagamento em maio (7 meses antes) 😕

Imagina a situação!!!! Neste momento ficamos “sem chão”. Sempre alugamos os apartamentos pela Booking.com (nesta época ainda não era nosso parceiro, passando a ser em junho de 2018) e, de alguma forma, eles resolveriam essa situação. Por uns 20 minutos, ainda no trem, trocamos mensagens com o anfitrião e não conseguimos reverter a situação. Então, paciência é primordial. Mantenha a calma, 😈 a postura 😥 e o centramento. 👿 Respire. Respire. Respire. E respire novamente. Siga em frente. 😎

Nosso planejamento inicial de chegar na cidade, deixar as malas no apartamento e sair para passear, almoçar e passear mais um pouco aproveitando este final de dia maravilhoso, foi para o saco. 😥

Então, chegando na Centraal Station, procuramos um restaurante para almoçar e poder pensar melhor. Entramos em contato com a Booking.com e eles nos ofereceram outra hospedagem, que não nos interessou pela distante localização do Centro. A cidade estava “bombando” e não tinham muitas opções, afinal estávamos próximos ao Natal. Pesquisamos por nossa conta e encontramos uma que atenderia as nossas necessidades quanto à localização, comodidade, cozinha, etc. Depois, na volta ao Brasil, com mais calma, resolveríamos com a Booking.com estes valores já pagos e etc. Vamos aproveitar o que nos resta de tarde!!!

Então é assim, 🙄 quando viajamos, muitos imprevistos podem ocorrer e temos que manter a calma para solucionar da melhor forma possível. Seja uma mala perdida, um voo alterado ou uma hospedagem cancelada de última hora. Tem que resolver com calma e sempre ter um plano B.

E, com tudo isto, perdemos um bom tempo, mas não perdemos nosso foco. 😎 Em função da localização não muito próxima da estação de trem e o horário tardio, pegamos um taxi e seguimos para nosso novo apartamento – Yays Oostenburgergracht Concierged Boutique Apartments – uau, e que apartamento.

Casinha em Amsterdã

Caso este apartamento não seja adequado ao seu grupo, entre aqui em Booking.com, nosso parceiro, e descubra outras opções nesta incrível cidade de Amsterdã, sendo que o ideal é sempre ficar próximo ao Centro, pois poderá conhecer os principais pontos da cidade a pé. Se bem que aqui tem muita coisa maravilhosa para se ver.

Ufa!!!!! Que sufoco!!!!! Temperatura 2°C.

Você encontrará excelentes passeios pelos canais, museus, etc, clicando aqui.

Amsterdã é a capital e cidade mais populosa do Reino dos Países Baixos. Reino? Sim! Rei Guilherme subiu ao trono em 2013 após a abdicação de sua mãe, a rainha Beatriz. O Reino é composto pelos Países Baixos, Curaçao, Aruba e o território de São Martinho, na Ilha de São Martinho. Uau!!!

Amsterdã é também a capital cultural do país. Está dois metros abaixo do nível do mar e seus 160 canais aquáticos são maravilhosos, tanto quanto os de Veneza. Não faltam atrações nesta incrível cidade, que atrai 5 milhões de turistas por ano para 800 mil moradores.

Para acessar o vídeo desta AVENTURA, clique aqui.

Ainda não conhece? Então continue lendo, se encante e venha para cá.Canais ps

Nosso tempo na cidade foi curto, dois dias. É pouco para uma cidade com tantas atrações, mas aproveitamos ao máximo, sob uma temperatura de 0°C, com direito a duas horas na patinação no gelo na Museumplein, em frente ao Rijksmuseum, onde no Verão há uma pequena lagoa, como eles chamam, e no Inverno uma pista de patinação no gelo. 🙂 Patinação ps

O Felipe realizou seu sonho de patinar no gelo. E eu, que patinava muito no Rink, no início da década de 80, também. É quase como andar de bicicleta – a gente nunca esquece. 😎 Por falar em bicicleta, aqui é o centro mundial de bicicletas. Gente, é impressionante o que tem de bike por aqui.

Lembre-se, entre um ponto e outro no mapa, existem diversas atrações, outros pontos turísticos, praças, feirinhas, lojas, cassinos, museus, igrejas, diversões para crianças, etc., que não estão elencados aqui, portanto não leve em consideração o tempo no mapa. Além do que, em 99% das vezes, seguimos nossos instintos e não necessariamente o mapa. 😎 Então DIVIRTA-SE. 🙂

Museumplein – Praça dos Museus – é a principal praça da cidade. Aqui está o famoso e enorme letreiro I amsterdam, e diversos museus – Van Gogh, Moco, Stedelijk (Museu de Arte Moderna), Rijksmuseum (Museu Nacional dedicado à artes e história), Diamond Museum, entre outros -, além da Concertgebouw (sala de concertos), portanto, um local imperdível.Rijksmuseum ps

Próximo você encontrará a Heineken Experience, uma antiga fábrica de cerveja da Heineken transformada em um incrível passeio cultural da cerveja. Com direito a degustação. 😎Heineken ps

Não muito distante dali encontra-se o Red Light District – Bairro da Luz Vermelha, uma atração a parte. Você poderá contratar um guia, que o levará a pé pelas ruas do bairro, e aproveitar melhor a visita. Não fomos, pois estávamos com nosso Felipe de 4 anos e a idade mínima é de 18 anos. Ficará para uma próxima oportunidade. 🙂

Red Light District é um bairro – Zeedijk / Chinatown, Oude Kerk, Warmoesstraat and Nieuwmarkt / De Waag – com diversas atrações “picantes” e divertidas. Moças “expostas” nas vitrines, cafés com espetáculos eróticos, sex shops, “shows”, cinema, enfim, bem movimentado. A curiosidade toma conta do lugar. São casais passeando, grupos de mulheres e de homens, todos curiosos, …, uma diversão nesta encantadora cidade. Não pode fotografar tudo heim???? 😀

Ainda deu tempo para uma paradinha e brincadeiras na neve. 😀 Brincando ps

Continue andando e chegue a Leidseplein, mais uma incrível e movimentada praça com cafés, lojas, restaurantes, bares, etc.

Aprecie a beleza das ruas e chegue a Leisestraat, uma movimentada rua comercial, fechada para veículos, mas cuidado com os bondes. 🙂

Lá na frente, depois de passar por tantos outros museus, chegará a Praça Dam, onde está situado, entre tantas outras atrações, o Madame Tussauds, famoso museu de figuras de cera. Veja também a estrutura clássica do Palácio Real de Amsterdã, fundado em 1655, que está à disposição do Rei Guilherme.

Você já deve ter ouvido falar na Casa de Anne Frank – pode e deve ser visitada – é um museu e casa onde a adolescente Anne Frank, sua família e mais quatro pessoas judias viveram escondidas em um quarto oculto de um prédio nos anos da ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial. Anne morreu em 1945, aos 15 anos, no campo de concentração de Bergen-Belsen. Seu pai, sobrevivente de Auschwitz, encontrou seu diário e conseguiu publicá-lo em 1947. Os manuscritos estão expostos no Museu. O livro Diário de Anne Frank vendeu mais de 30 milhões de cópias, foi publicado em mais de 60 países e traduzido em mais de 70 idiomas. O filme, datado de 1959, foi indicado a 8 Oscars, levando 3 estatuetas douradas.

Não deixe de visitar também o Nemo Science Museum, um museu de ciência e tecnologia, muito próximo da Estação Central de Amsterdã (que também vale uma visita) e Museu Marítimo.

Encontre tempo para ir à Casa de Rembrandt, moradia do pintor em sua época, transformada em Museu e mantidas as características principais originais.

Percebeu né?!?!? Quantas atividades por aqui. São dezenas que não estão elencadas neste post. Eu diria que se você ficar 5 dias na cidade não conseguirá conhecer os principais pontos turísticos, então, 💡 de acordo com seu tempo e grupo de viagem, planeje e escolha, dentre tantas atrações, as que mais se identificam com seu grupo. 😎

Esqueci alguma coisa? Veja todas as atrações da cidade aqui.

A cidade deixou um ar de quero mais. Voltaremos!!!!!

I amsterdam ps

Mas precisamos continuar nosso roteiro e seguir viagem para Helsinque – Finlândia.

Ah, chegando ao Brasil, entramos em contato com a Booking.com e fomos reembolsados corretamente. Eu acho essa Booking.com ótima, profissional, não te deixa na mão. Recomendo. Reserve hoteis, apartamentos, casas, B&B clicando aqui.

Acompanhe nosso blog. Em breve estaremos postando nossas aventuras por Helsinque, Tallinn, Estocolmo, Copenhague, Oslo, Reykjavík, Londres, Bruxelas e outras. Também muitas 💡 dicas super interessantes.

Veja também estes outros posts bem legais:

LjubljanaVienaBerlimDresdenPraga, Brun.

E curta estas 💡 DICAS:

Veículos Alugados que Podem ou NÃO Circular pela Europa

Cinco Razões para Viajar com Crianças Pequenas

Sem Dinheiro para Viajar?

Viaje no nosso MENU na página principal … muitas novidades por lá …

Pensando em hospedagens, passeios e locação de veículos? Consulte nossos parceiros. Não pagará a mais por isso e terá tudo à mão. Clique nos links acima e aproveite os melhores lugares, preços e condições de pagamento.

Anúncios

14 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s