Europa

Paris, Guia Completo para 2, 3, 4, 5 … 10 dias

Olá ViajAndos®, pessoal que adora e curte uma viagem. Depois de dirigir por mais de 3 mil km, saindo de Berlim e passando por Dresden, Praga, Brun, Viena, Ljubljana, Veneza, Ferrara, Florença, Pisa, Gênova, Chamonix-Mont-Blanc e Dijon, finalmente chegamos a Paris. E neste post, vamos contar como foi nossa passagem por aqui.

Paris é uma cidade grande e um dos destinos mais visitados do mundo. No mapa abaixo você encontrará alguns dos principais pontos turísticos da cidade, sendo que entre eles têm outros tantos que, visitá-los, dependerá de quantos dias você ficará na cidade. Por isso demos este título (2, 3, 4, 5 … 10 dias). 🙂

A localização de seu hotel ou apartamento é muito importante. Mas, mesmo que fique distante do Centro, andar de metrô não é tão difícil. E talvez o ideal seja começar a desvendar a cidade pelo Musée du Louvre, que fica no Centro de Paris.

No mapa você verá marcações: 1° ARR., 2° ARR., 3° ARR., até o 20° ARR.. São os ARRONDISSEMENTS − divisões administrativas da cidade. Partindo do 1° ARR. (Centro) e fazendo um espiral em sentido horário até o 20° ARR.

Para exemplificar:

  • 1° ARR.: Louvre;
  • 7° ARR.: Torre Eiffel, Champs de Mars;
  • 8° ARR.: Champs Élysées, Arc de Triumph.

Ficamos hospedados no Aparthotel Adagio Paris Buttes Chaumont , que fica no 19° ARR. e fomos até o Louvre e outros locais de metrô. No mapa abaixo é possível ver esta região. E repare a temperatura às 9h30 da manhã -3°C 😎

Para pesquisar hoteis, flats e apartamentos que melhor se adeque ao seu grupo, clique aqui e reserve já com o melhor custo x benefício.


Abaixo e em negrito são alguns principais locais turísticos do Mapa e sem negrito outros locais interessantes entre um ponto e outro. Mas há centenas. Então DIVIRTA-SE. 🙂

  • Musée du Louvre (Museu do Louvre)
  • Pont Neuf (Ponte Nova)
  • Pont des Arts (Ponte das Artes)
  • Jardin des Tuileries (Jardins das Tulherias)
  • Place de la Concorde (Praça da Concórdia)
  • Petit Palais
  • Grand Palais
  • Avenue des Champs-Élysées (Avenida dos Campos Elísios)
  • Arc de Triomphe (Arco do Triunfo)
  • Les Barques du Bois de Boulogne (Bosque de Bolonha)
  • Roland Garros
  • Parc des Princes (Parque dos Príncipes – Estádio do PSG Paris Saint-Germain)
  • Palais de Chaillot (Palácio Chaillot)
  • Jardins du Trocadéro (Jardins do Trocadéro)
  • Tour Eiffel (Torre Eiffel)
  • Champ de Mars (Campo de Marte)
  • Musée Rodin (Museu Rodin)
  • Fondation Cartier pour l’Art Contemporain (Fundação Cartier para a Arte Contemporânea)
  • Jardin du Luxembourg (Jardim de Luxemburgo)
  • Palais de Luxembourg (Palácio de Luxemburgo)
  • Panthéon (Panteão de Paris)
  • Muséum National d’Histoire Naturelle (Museu Nacional de História Natural)
  • Jardin Botanique de la Ville de Paris (Jardim Botânico)
  • Cathédrale Notre-Dame de Paris (Catedral de Notre Dame)
  • Point Zéro des Routes de France (Ponto Zero das Rotas da França)
  • Place de la Bastille (Praça da Bastilha)
  • Musée National Picasso-Paris (Museu Picasso)
  • Hôtel de Ville (Prefeitura)

Estude com seu grupo quais são os locais mais interessantes, considerando dias na cidade, mas principalmente a particularidade do grupo.

A pé são 25 km, ou seja, precisará de dias. E considerando o tempo destinado dentro de cada Museu, dá para imaginar que de 5 a 7 dias seja o ideal. Faça um mini mapa diário a partir deste grande para não perder nada e mãos-a-obra.

Ainda tem a Disneyland Paris 🙂 que não está no mapa e fica a 32 km do Centro, compreendendo uma área de 19km² com dois parques temáticos, sete hotéis do resort, seis hotéis associados, um campo de golf, uma estação ferroviária e uma cidade planejada. Bem, este tema ficará para um post a parte.


Como Funcionam os Pedágios na Europa

Veículos Alugados que Podem ou NÃO Circular pela Europa

Ficamos em Paris 3 dias e 4 noites no início de janeiro, mas mesmo sendo um tempo tão curto para uma cidade com tantos atrativos, aproveitamos muito, acordando cedo, café e rua o dia inteiro.


Dia da chegada: após pouco mais de 4 horas de estrada, vindos de Dijon, chegamos em nosso apartamento. Confesso, um pouco cansados e famintos. Deixamos nossas malas e fomos almoçar.

Aproveitamos este final de tarde para conhecer um pouco nosso bairro. Andamos pelas ruas e fomos até o Parc des Buttes Chaumont, quinto maior parque de Paris, bem próximo ao apartamento. Passamos em um mercado para abastecer nossa despensa móvel e adega com vinho nacional francês, claro 🙂 e voltamos ao apartamento. Amanhã começa.


Primeiro dia: pegamos o metrô até o Musée du Louvre (Museu do Louvre). Aqui já vai a dica 💡 – compre o ingresso para o Museu sem precisar ficar na fila clicando aqui. Você entrará no Museu com hora marcada e ganhará tempo precioso. Passe o tempo que desejar e explore-o da maneira que preferir.

Depois fomos andando até o Arc de Triomphe (Arco do Triunfo), passando pela belíssima Avenue des Champs-Élysées (Avenida dos Campos Elísios). Era 6 de janeiro e estavam desmontando a feirinha de Natal 😥 Mas a beleza das lojas, cafés e restaurantes não nos desanimou e seguimos em frente.

Chegamos à Tour Eiffel (Torre Eiffel). Você irá tirar dezenas de fotos. É incrível que você começará a tirar foto já na primeira vez que a vir, mesmo que de tão longe. E, ao passar por ela, continuará andando, se distanciando e tirando fotos 🙂 🙂

Se tiver tempo e interesse em subir e visitar o museu no primeiro andar e ainda ter acesso ao segundo andar e desfrutar de uma vista maravilhosa de Paris, clique aqui e compre seu ingresso sem fila e com orientação prática para a entrada.

Agora, se tiver em seus planos algo mais romântico 😎 , poderá almoçar ou jantar no Restaurant 58 Tour Eiffel, localizado no primeiro andar.

Para reserva de almoço, clique aqui, e tenha acesso prioritário ao elevador até o primeiro andar e curta uma experiência única de almoço com entrada, prato principal e sobremesa, além de uma bebida e café.

Para reserva de jantar, clique aqui, e tenha acesso prioritário ao elevador até o primeiro andar e curta uma experiência única em sua mesa, com direito a taça de champanhe, vinho, água mineral e café, além de uma recepção acolhedora, iluminação suave e decoração minimalista. Quem não irá aceitar um pedido de casamento feito aqui!?!? 😉

Atenção e lembre-se: por segurança, haverá revista antes da entrada de acesso à Torre, portanto não leve objetos pontiagudos como facas, canivetes, tesouras e saca-rolhas, nem bolsas grandes, garrafas de vidro, cadeados, latas ou qualquer coisa que possa explodir ou ser perigosa, além de que não é permitido fumar enquanto estiver na Torre. Carrinhos de bebê são permitidos.

Se estiver viajando com criança pequena, poderá aproveitar e andar de carrossel no Le Carrousel de la Tour Eiffel, momento mágico, pois a criança irá se divertir e você poderá descansar um pouco.

Ufa!!!!!! Que passeio incrível heim??????? Que Torre. Que vista. Agora já fomos voltando e passeando pelo Champ de Mars (Campo de Marte).

E voltando até o Louvre para pegar o Metrô, passamos pelo Musée Rodin (Museu Rodin) e tantos outros (um ano e você não conseguirá ver tudo 🙂 ) até atravessarmos a famosa Pont Neuf (Ponte Nova), citada em vários filmes.

E, claro, lojas e mais lojas. Perfumes. Lembrancinhas. Tudo de bom.

Um Pôr do Sol maravilhoso. Uma noite fria, mas belíssima em uma cidade mágica.


Segundo dia: pegamos o metrô até a estação Raspail e de lá para ver a Fondation Cartier pour l’Art Contemporain (Fundação Cartier para a Arte Contemporânea). Depois visitamos o belíssimo Jardin du Luxembourg (Jardim de Luxemburgo) e Palais de Luxembourg (Palácio de Luxemburgo), passando pelo Panthéon (Panteão de Paris) chegando ao Jardin Botanique de la Ville de Paris (Jardim Botânico). Passamos em frente ao Muséum National d’Histoire Naturelle (Museu Nacional de História Natural) e não entramos e seguimos até a Cathédrale Notre-Dame de Paris (Catedral de Notre Dame) e, finalmente ao Point Zéro des Routes de France (Ponto Zero das Rotas da França) – é como o Marco Zero de São Paulo, localizado na Praça da Sé.

Uma caminhada de uns 6 km que cansou muito, pois a cada esquina há algo para ver e estes 6 km pareceram 15. Mas é tudo muito bonito.

Já que estávamos na Île de la Cité (Ilha da Cidade), pegamos o Metrô na estação Cité (linha 4).


Atualizando em 15 de abril de 2019 − hoje um incêndio de grandes proporções destruiu parte da Catedral de Notre-Dame de Paris. As estátuas de bronze estão preservadas, pois haviam sido retiradas uma semana antes para limpeza, como parte da reforma que estava em andamento pelos efeitos do clima e da poluição.

Sua construção foi iniciada no século XII (ano de 1163) e concluída cerca de 200 anos depois. Desde 1991 a Catedral é Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO, é considerada a obra gótica mais importante do mundo, e é o monumento histórico de maior visitação da Europa, com 13 milhões de visitantes por ano.

O pináculo (agulha da torre) e praticamente todo o teto desabaram no incêndio. Aparentemente a estrutura principal ficou preservada. As causas ainda são desconhecidas e podem estar relacionadas com as obras que estavam em andamento.

No mesmo dia foram doados mais de 300 milhões de Euros para a reconstrução, que durará anos.


Terceiro dia: o dia amanheceu frio e chuvoso. Resolvemos ir mais devagar hoje. Tomamos nosso café com calma, curtimos nossa casa, arrumamos um pouco as coisas, pois amanhã sairemos com destino a Canach (Luxemburgo), uma viagem de aproximadamente 4h30 com parada para almoço em Reims (região de Champagne), o que da um total de 6h00.

Resolvemos então sair de carro e foi bem interessante ver a cidade por um outro ângulo. Paris tem um trânsito meio travado de cidade grande. Acho que refizemos quase todo o trajeto que havíamos feito a pé e muito mais, claro. Foi bem interessante passar pela Avenue des Champs-Élysées (Avenida dos Campos Elísios) a noite.

Agora, para entrar de carro na Praça Charles de Gaulle, onde fica o Arco do Triunfo, nossa. Imagina: são 12 ruas que desembocam no mesmo lugar. É incrível. Depois passamos bem ao lado da Torre EiffelEstádio de Roland GarrosParc des Princes (Parque dos Príncipes – Estádio do PSG Paris Saint-Germain) e após uma longa volta chegamos à Place de la Bastille (Praça da Bastilha), outra “bagunça”, Musée National Picasso-Paris (Museu Picasso)Hôtel de Ville (Prefeitura), além de tantos outros locais maravilhosos.

Foi bom descansar os pés neste dia. 😎


Dia seguinte saímos cedo para Reims, tomar uma champagne. Eu não bebi, pois estava dirigindo. 😎


DESCUBRA novas 💡 DICAS de viagem:

Recebi uma Multa de Trânsito na Alemanha, como Pagar?

Planejando uma Viagem Gastando Pouco

Cinco Razões para Viajar com Crianças Pequenas

“Despensa Móvel” Viajando de Carro

Pensando em hospedagens, passeios e locação de veículos? Consulte nossos parceiros. Não pagará a mais por isso e terá tudo à mão. Clique nos links acima e aproveite os melhores lugares, preços e condições de pagamento.

Veja este roteiro, um pouco menor, que elaboramos e em breve estaremos postando aqui sobre Istambul, Capadócia, Stäfa, Zurich, Genebra, Sallanches, Megève, Saint-Gervais-les-Bains, Turim, Milão, Trento, Levico Terme, Lago di Caldonazzo, Innsbruck e Kontanz. E claro, nossa avaliação da aérea Turkish Airlines, surpreendente …

Passeie pelo nosso MENU e escolha sua próxima aventura … HelsinkiViking LineAmsterdãPraga … Veneza …

Então, para ficar por dentro de tudo, se inscreve em nosso blog e seja bem vinda, seja bem vindo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s