Dicas

Espaço Schengen, o que é afinal? É a União Europeia? A Zona do Euro?

Olá ViajAndos©, pessoal que adora e curte uma viagem.

Quando pensamos em viajar para a Europa, com frequência lemos algo sobre o Espaço Schengen. Afinal o que é isso? Para que serve? Isso tem a ver com nós, brasileiros? Ou é só para os europeus? É um visto? É um seguro? São tantas as perguntas.

E não pára por aí. Além do Espaço Schengen, ainda tem a União Europeia e a Zona do Euro. Um não tem nada a ver com o outro, mas é tudo na Europa.

Não são todos os países da União Europeia que fazem parte do Espaço Schengen e/ou utilizam o Euro como moeda. Têm países que participam dos três e outros, de nenhum.

Além do mais, têm países que fazem parte do Espaço Schengen, mas que não fazem parte da União Europeia.

Ainda existem países que NÃO fazem parte da Zona do Euro, mas que utilizam o Euro como moeda (Andorra, Kosovo, Mônaco, Montenegro, San Marino e Vaticano). 😯 Agora eu enlouqueci. Que confusão. 🙄 

Não saia daí e aproveite a leitura, pois nós desvendaremos estes “mistérios” para você. 😎


ESPAÇO SCHENGEN:

O Espaço Schengen é um acordo entre países da União Europeia para a abertura das fronteiras e sem controle de passaportes, permitindo a livre circulação de pessoas entre os países que o assinaram. 🙂 

Países Participantes do Espaço Schengen:

  1. Alemanha (1985)
  2. Áustria (1995)
  3. Bélgica (1985)
  4. Dinamarca (1996)
  5. Eslováquia (2004)
  6. Eslovênia (2004)
  7. Espanha (1991)
  8. Estônia (2004)
  9. Finlândia (1996)
  10. França (1985)
  11. Grécia (1992)
  12. Hungria (2004)
  13. Islândia (1996)
  14. Itália (1990)
  15. Letônia (2004)
  16. Liechtenstein (2008)
  17. Lituânia (2004)
  18. Luxemburgo (1985)
  19. Malta (2004)
  20. Noruega (1996)
  21. Países Baixos (Holanda) (1985)
  22. Polônia (2004)
  23. Portugal (1991)
  24. República Checa (2004)
  25. Suécia (1996)
  26. Suíça (2004)
  • Observações:
    • Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) e Irlanda não fazem parte do Espaço Schengen, não mantendo suas fronteiras abertas, havendo a necessidade de apresentação de passaportes e documentos para a imigração. Ambos cooperam policial e judicialmente.
    • Bulgária, Chipre, Croácia e Romênia são Estados-Membros da União Europeia que aguardam a implementação para ingressar no Espaço Schengen.
    • Mônaco, San Marino e Vaticano não fazem parte oficialmente do Espaço Schengen, mas têm suas fronteiras abertas.
    • Apesar de não existirem fronteiras físicas, os cidadãos destes Estados-Membros devem portar documento legal. Para turistas, passaportes.

Por isso, quando saímos do Brasil para a Europa, ao pousarmos em um país pertencente ao Espaço Schengen, mesmo que seja uma escala ou conexão para outro país Schengen, fazemos a imigração na primeira entrada, com carimbo de passaporte e todas aquelas perguntas pertinentes à imigração.

Vamos supor que seu voo seja para Paris com conexão em Madrid ou Lisboa ou Berlim ou Amsterdã, tanto faz. Após a imigração e carimbo de passaporte em uma dessas cidades, Madrid por exemplo, você já estará dentro do Espaço Schengen e a partir daí não será mais necessário carimbar seu passaporte, nem passar pela imigração em Paris.

Portanto, o seu segundo voo, de Madrid para Paris, será considerado um voo “doméstico” e chegando a Paris não haverá controle de entrada. Que beleza. 😎

Para exemplificar melhor. Fizemos este Roteiro de Carro pela Europa, ViajAndo pela Alemanha (Berlim, Dresden, Kelsterbach, Frankfurt, Eisenach, Leipzig), República Checa (Praga, Brun/Brno), Áustria (Viena), Eslovênia (Ljubljana), Itália (Veneza, Ferrara, Florença, Pisa, Gênova), França (Chamonix-Mont-Blanc, Dijon, Paris, Reims) e Luxemburgo (Canach, Luxemburgo). Dirigimos 5 mil km e a apresentação de passaporte para a imigração foi na Itália, em Roma. Roma???? Veja que não viajamos de carro para Roma. Mas foi nossa conexão de um voo para Berlim. 😎


UNIÃO EUROPEIA:

União Europeia é uma união econômica e política, instituindo um mercado-comum, eliminando impostos e taxas entre seus Estados-Membros. As políticas da União Europeia têm por objetivo assegurar a livre circulação de pessoas, bens, serviços e capitais, legislar assuntos comuns na justiça e manter políticas comuns de comércio, agricultura, pesca e desenvolvimento regional. Praticam uma tarifa externa comum válida para importações provenientes de fora da área.

Países Participantes da União Europeia:

  1. Alemanha (1952)
  2. Áustria (1995)
  3. Bélgica (1952)
  4. Bulgária (2007)
  5. Chipre (2004)
  6. Croácia (2013)
  7. Dinamarca (1973)
  8. Eslováquia (2004)
  9. Eslovênia (2004)
  10. Espanha (1986)
  11. Estônia (2004)
  12. Finlândia (1995)
  13. França (1952)
  14. Grécia (1981)
  15. Hungria (2004)
  16. Irlanda (1973)
  17. Itália (1952)
  18. Letônia (2004)
  19. Lituânia (2004)
  20. Luxemburgo (1952)
  21. Malta (2004)
  22. Países Baixos (Holanda) (1952)
  23. Polônia (2004)
  24. Portugal (1986)
  25. Reino Unido* (1973)*
  26. República Checa (2004)
  27. Romênia (2007)
  28. Suécia (1995)
  • Histórico:
    • 1952 − Entra em vigor a CECA – Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, a primeira organização supranacional no âmbito europeu, que estabeleceu a livre circulação de carvão, ferro e aço para reconstrução da Europa pós-Segunda Guerra Mundial.
    • 1958 − Entra em vigor a CEE – Comunidade Econômica Europeia, com a finalidade de estabelecer um mercado comum europeu.
    • 1993 − Entrou em vigor o Tratado de Maastricht, que criou a União Europeia.
    • 2009 − Entrou em vigor o Tratado de Lisboa.
  • Observações:
    • *Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) está em processo de saída do Bloco − BREXIT.
    • Albânia, Macedônia do Norte, Montenegro e Turquia são países candidatos oficiais à adesão ao Bloco.
    • Bósnia e Herzegovina e Sérvia são oficialmente reconhecidos como potenciais candidatos.
    • Kosovo é um potencial candidato, mas nem todos os Estados-Membros o reconheceram como país independente, separado da Sérvia.

ZONA DO EURO:

Zona do Euro ou Área do Euro é uma união monetária dentro da União Europeia, na qual alguns Estados-Membros adotaram oficialmente o € Euro como moeda comum.

Implementado em 1° de janeiro de 1999, inicialmente nos mercados financeiros mundiais.

As moedas metálicas e notas físicas foram produzidas em todos os 11 Estados-Membros iniciais e passaram a circular a partir de 1° de janeiro de 2002.

Países da União Europeia Participantes da Zona do Euro e suas Moedas Usadas Anteriormente:

  1. Alemanha (1999) ⇒ Marco Alemão
  2. Áustria (1999) ⇒ Xelim Austríaco
  3. Bélgica (1999) ⇒ Franco Belga
  4. Chipre (2008) ⇒ Lira Cipriota
  5. Eslováquia (2009) ⇒ Coroa Eslovaca
  6. Eslovênia (2007) ⇒ Tolar
  7. Espanha (1999) ⇒ Peseta Espanhola
  8. Estônia (2011) ⇒ Coroa Estoniana
  9. Finlândia (1999) ⇒ Marco Finlandês
  10. França (1999) ⇒ Franco Francês
  11. Grécia (2001) ⇒ Dracma
  12. Irlanda (1999) ⇒ Libra Irlandesa
  13. Itália (1999) ⇒ Libra Italiana
  14. Letônia (2014) ⇒ Lats
  15. Lituânia (2015) ⇒ Litas
  16. Luxemburgo (1999) ⇒ Franco Luxemburguês
  17. Malta (2008) ⇒ Lira Maltesa
  18. Países Baixos (Holanda) (1999) ⇒ Florim Neerlandês
  19. Portugal (1999) ⇒ Escudo Português

Países FORA da União Europeia e que são Participantes da Zona do Euro e suas Moedas Usadas Anteriormente:

  1. Andorra ⇒ Franco Francês e Peseta Espanhola
  2. Kosovo ⇒ Marco Alemão e Dinar Iugoslavo
  3. Mônaco ⇒ Franco Monegasco
  4. Montenegro ⇒ Marco Alemão
  5. San Marino ⇒ Lira Italiana
  6. Vaticano ⇒ Lira Italiana

Países com Interesse em Aderir à Zona do Euro e suas Moedas Atuais:

  1. Bulgária ⇒ Lev Búlgaro
  2. Croácia ⇒ Kuna Croata
  3. Dinamarca ⇒ Coroa Dinamarquesa
  4. Hungria ⇒ Florin Húngaro
  5. Islândia ⇒ Coroa Islandesa
  6. Polônia ⇒ Zloty
  7. República Checa ⇒ Coroa Checa
  8. Romênia ⇒ Leu Romeno

Países que não têm Interesse ou que ainda não são Potencialmente Candidatos à Zona do Euro e suas Moedas Atuais:

  1. Albânia ⇒ Lek
  2. Armênia ⇒ Dram Armênio
  3. Azerbaijão* ⇒ Manat Azeri
  4. Bielorrússia ⇒ Rublo Bielorrusso
  5. Bósnia e Herzegovina ⇒ Marco Conversível
  6. Cazaquistão* ⇒ Tenge
  7. Geórgia* ⇒ Lari
  8. Liechtenstein ⇒ Franco Suíço
  9. Macedônia do Norte ⇒ Dinar Macedônio
  10. Moldávia ⇒ Leu Moldávio
  11. Noruega ⇒ Coroa Norueguesa
  12. Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) ⇒ Libra Esterlina
  13. Rússia* ⇒ Rublo Russo
  14. Sérvia ⇒ Dinar Sérvio
  15. Suécia ⇒ Coroa Sueca
  16. Suíça ⇒ Franco Suíço
  17. Turquia* ⇒ Lira Turca
  18. Ucrânia ⇒ Grívnia
  • Observação:
    • *Azerbaijão, Cazaquistão, Geórgia, Rússia e Turquia são países que têm uma menor parte de seu território na Europa.

Lembra daquele roteiro que descrevemos acima? ViajAndo pela Alemanha, República Checa, Áustria, Eslovênia, Itália, França e Luxemburgo? O único país que não aderiu ao Euro foi a República Checa e, consequentemente, tivemos que comprar Coroas Checas. Teria sido mais fácil uma única moeda, claro.

Até aí tudo bem, agora imagina este outro roteiro que fizemos ViajAndo pela Bélgica (Antuérpia e Bruxelas), Países Baixos (Roterdã e Amsterdã), Finlândia (Helsinque), Estônia (Tallinn), Suécia (Estocolmo), Dinamarca (Copenhague), Noruega (Oslo), Islândia (Reykjavík) e Reino Unido / Inglaterra (Londres).

Tivemos que levar ou trocar no aeroporto as seguintes moedas:

  • Euro
  • Coroa Sueca
  • Coroa Dinamarquesa
  • Coroa Norueguesa
  • Coroa Islandesa (única moeda trocada no aeroporto)
  • Libra Esterlina

É muita moeda para uma viagem só e é sempre bom ter um pouco de dinheiro em espécie quando viajamos. Se não quiser correr o risco de carregar muita grana viva, poderá adquirir um cartão pré-pago de viagem. Acesse a Confidence Câmbio e resolva todos os assuntos de câmbio (compra de moedas em até 12 vezes no cartão, cartão pré-pago internacional, remessas de dinheiro), seguro viagem internacional, chip internacional de celular e até intercâmbio. Tudo isso em um só lugar. Além disso, a Confidence foi eleita a Melhor Casa de Câmbio pelo 3° ano consecutivo no prêmio O Melhor do Turismo. Por isto a escolhemos como nossa parceira. 😎 


CURIOSIDADES & BOBAGENS:

Fico imaginando como era difícil um roteiro de viagem entre muitos países europeus lá nas décadas de 1950, 1960, 1970, 1980 ou até em 1990. 😯

Veja esta comparação em km²:

  • Brasil = 8.516.000 km²
  • Europa = 10.180.000 km²

Não é tanta diferença assim. Mas o Brasil é apenas um país e na Europa são 51 países. Agora, imagina cada país com sua moeda e suas fronteiras. 😯

Na América do Sul (17.840.000 km²), nós temos 14 países e 14 moedas diferentes:

  • Argentina ⇒ Peso Argentino
  • Bolívia ⇒ Boliviano
  • Brasil ⇒ Real
  • Chile ⇒ Peso Chileno
  • Colômbia ⇒ Peso Colombiano
  • Equador ⇒ Dólar Americano
  • Ilhas Malvinas ⇒ Libras das Malvinas
  • Guiana Francesa ⇒ Euro
  • Guiana ⇒ Dólar Guianense
  • Paraguai ⇒ Guarani
  • Peru ⇒ Nuevo Sol
  • Suriname ⇒ Dólar do Suriname
  • Uruguai ⇒ Peso Uruguaio
  • Venezuela ⇒ Bolivar Venezuelano

Será que um dia teremos uma moeda única ou maioritária por aqui? Brasil e Argentina já conversaram a respeito para unificar suas moedas: Peso Real.


Leia este post sobre como Comprar Passagens Aéreas e fique por dentro de tudo.

Não se esqueça, o mercado aéreo nunca esteve tão movimentado como agora, pelo menos para nós, brasileiros. Companhias com dificuldades financeiras. Companhias ampliando suas rotas. Novas regras para bagagens de mão. Alteração no peso das bagagens despachadas, não só propostas por companhias brasileiras como também pelas estrangeiras que operam do Brasil para América do Sul, Estados Unidos, Europa e outros destinos. Aquelas duas malas de 32 kg já eram. 😯


Pesquise seus passeios no site GetYourGuide e descubra diversas atividades incríveis em qualquer lugar do Mundo. Não fique de fora. Aqui tem de tudo e para todos os bolsos.

ViajAndo® pelo nosso MENU e DESCUBRA muitas novidades.

Pensando em hospedagens, passeios, locação de veículos, câmbio? Consulte nossos parceiros. Não pagará a mais por isso e terá tudo à mão. Clique nos links acima e aproveite os melhores lugares, preços e condições de pagamento.

BOA VIAGEM!!!


Roteiro de Carro pela Europa II, conhecendo Turquia (Istambul e Capadócia), Suíça (Zurique, Genebra, Stäfa) França (Sallanches, Megève, Saint-Gervais-les-Bains, Chamonix-Mont-Blanc), Itália (Turim, Milão, Trento, Lago di Caldonazzo), Áustria (Innsbruck), Liechteinstein (Vaduz) e Alemanha (Konstanz).

Ou ainda:

Desembarcando em Istambul – Que Sufoco

Veículos Alugados que Podem ou NÃO Circular pela Europa

Como Funcionam os Pedágios na Europa

“Despensa Móvel” Viajando de Carro

Recebi uma Multa de Trânsito na Alemanha, como Pagar?


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s